Até algum tempo atrás, a Gestão de Riscos de negócios estava associada a aspectos como produtividade, mercado, recursos ou ambiente regulatório. No entanto, com a transformação digital através da introdução de tecnologias como Big Data, Cloud, Internet das Coisas, Machine Learning e Inteligência Artificial, a Tecnologia da Informação se tornou parte da estratégia das organizações de vários tamanhos e segmentos.

Além disto, a necessidade da proteção de dados passou a ser exigido não apenas por regulações, como LGPD e GDPR, como também pelos clientes, fornecedores, terceiros e prestadores de serviço. Assim, a estratégia de TI passou a estar diretamente associada aos riscos e à continuidade de negócio, auxiliando organizações a superar os desafios de ameaças nesse novo ambiente digital. 

Nesse contexto, o Gartner oferece, através dos seus 15.000 associados, programas e serviços para auxiliar organizações na tomada de decisões estratégicas, inclusive ligadas a Gestão de Risco e Cibersegurança. Segundo o Gartner, 95% dos CIOs acreditam que as ameaças de cibersegurança vão aumentar e impactar as suas organizações. Adicionalmente, até a entrada em vigor da LGPD, em Agosto de 2020, menos de 30% de todas as organizações sujeitas à nova legislação estarão completamente em conformidade.

A abordagem CARTA (Continuous Adaptive Risk and Trust Assessment), introduzida em 2017, traz um novo modelo estratégico de cibersegurança para apoiar a transformação digital de negócios, considerando o cenário de novas ameaças e desafios relacionados à Segurança da Informação. Já no documento Top 7 Security and Risk Trends, o Gartner aponta 7 tendências relacionadas a segurança e risco.

Apesar de ainda não serem amplamente reconhecidas pelo mercado, o Gartner ressalta que essas tendências apontam para mudanças estratégicas no ecossistema de segurança, e que possivelmente terão um grande impacto na indústria.

Finalmente, mais de 80.000 líderes e executivos de negócio participam das mais de 75 conferências realizadas pelo Gartner anualmente em todo o mundo. Essas conferências abordam assuntos relacionados não apenas a Tecnologia, mas também Marketing, Vendas e Recursos Humanos. Um desses eventos é a Conferência Gartner de Segurança e Gestão de Risco, que em 2019 será realizada em diversas cidades ao redor do mundo, inclusive no Brasil. 

Nos próximos dias 13 e 14 de Agosto, a Conferência de Segurança e Gestão de Risco irá trazer mais de 50 sessões com seus especialistas para o Sheraton São Paulo WTC Hotel. O objetivo do Gartner é fornecer a mais de 1.900 profissionais e líderes de TI, de organizações de diversas indústrias e tamanhos, visões de temas em destaque no mercado, além de oportunidade de networking.

As sessões são apresentadas em diferentes formatos e abordagens: desde estudos de caso e mesas redondas até sessões de almoço e mesas redondas com os analistas. As sessões também estão divididas em vertentes, levando em consideração o tema abordado durante a sessão. Neste ano, as vertentes são as seguintes:

  1. Liderança e Estratégia – temas ligados à privacidade de dados e novas regulações, como a LGPD e a GDPR são os destaques desta vertente. Completam o panorama desta vertente temas como a visão da liderança para a Segurança e Gestão de Risco e o papel da Inteligência Artificial em Segurança e Gestão de Risco;
  2. Tendências e Capacidades – os temas desta vertente tratam dos principais projetos de segurança para 2019 como a Gestão de Acesso Privilegiado, ou PAM. Serão tratados também temas como a abordagem CARTA e os relatórios de Quadrante Mágico, associados aos mercados de Gerenciamento de Eventos de Segurança (Security Information and Event Management, ou SIEM) e Gestão de Endpoints;
  3. Risco e Resiliência – alguns destaques estão relacionadas às melhores práticas associadas à Gestão de Acesso Privilegiado e também à Gestão de Identidades (IAM). Completam essa vertente temas relacionados à Prevenção de Perda de Dados (Data Loss Prevention, ou DLP) e planos de resposta para violações de dados;
  4. Arquitetura e Operações – PAM voltado para segurança de aplicações DevOps e segurança de endpoints são os destaques desta vertente. Além disto, serão abordados aspectos relacionados à Gestão de Vulnerabilidades e também de Segurança em Cloud.

Além de poderem compreender melhor os temas abordados durante o evento, os participantes da conferência também poderão conhecer mais de 50 provedores de soluções líderes em tecnologia – inclusive o senhasegura – que poderão auxiliá-los a aplicar de forma efetiva os conceitos das sessões apresentadas, para assim serem capazes de gerenciar de forma efetiva privacidade, risco e segurança em suas organizações.

O senhasegura irá participar da Conferência de Segurança e Gestão de Risco do Gartner em 2019 como um provedor de solução PAM. Neste ano, nossa participação irá ocorrer em conjunto com a Vitara, revenda participante do senhasegura Affinity Partner Program, nosso programa de relacionamento com integradores, provedores de soluções e parceiros de aliança tecnológica.

Para os líderes de segurança e gestão de risco, as sessões CISO Circle completam a agenda da conferência. O objetivo destas sessões é permitir networking específico em nível executivo, além do desenvolvimento de habilidades para implementar com sucesso inovações e alcançar os objetivos das estratégias de TI de suas organizações.

As sessões exclusivas tratarão de temas como o papel da Inteligência Artificial em Segurança e Gestão de risco e a aplicação de indicadores de desempenho ajustados aos riscos. Vale lembrar que o Gartner adota alguns critérios de qualificação para as sessões CISO Circle: os participantes devem ser executivos de Segurança da Informação (Chief Security Officer , ou CISOs) em empresas com mais de R$ 950 milhões de faturamento anual ou diretores de Segurança da Informação de organizações do setor público com mais de 1.000 funcionários.

Além disto, a organização deve ser empresa usuário dos serviços do Gartner. As sessões CISO Circle não se aplicam a provedores de soluções e fornecedores de serviço ou consultoria em segurança e gestão de risco.

No cenário de crescentes ameaças cibernéticas, a participação em um evento como a Conferência Gartner Segurança & Gestão de Risco 2019 permite aos profissionais e executivos de Segurança da Informação uma visão completa das principais prioridades em segurança, gestão de risco e liderança, e assim superar as ameaças e vulnerabilidades que se multiplicam no ambiente digital.