BR +55 11 3069 3925 | USA +1 469 620 7643

HIPAA: cinco dicas para estar em conformidade com a certificação

por | nov 19, 2021 | Blog

O que é a HIPAA? Atualmente, essa é uma das perguntas feitas com maior frequência por diversos profissionais que trabalham no setor da saúde, ainda mais em tempos de Covid-19.

Mas por que ela é tão importante e quais os seus benefícios para as empresas de saúde? Primeiramente, é fundamental estar em conformidade com a HIPAA para garantir a realização de procedimentos mais seguros em relação ao tratamento de algumas informações essenciais.

No entanto, é preciso ressaltar que essa lei é norte-americana. Com base nisso, não existe um documento ou certificado no Brasil capaz de atestar que a sua empresa está trabalhando em conformidade com a HIPAA.

Em vista disso, agir de acordo com a HIPAA significa trabalhar em conformidade com as normas estabelecidas por uma lei estrangeira.

Entretanto, seguir essas diretrizes é um movimento que, felizmente, vem ganhando muitos adeptos no Brasil.

É preciso levar em consideração que a HIPAA é extremamente importante, pois objetiva garantir a segurança da informação em todas as empresas que atuam no setor de saúde.

Pensando nisso, preparamos um artigo com cinco dicas fundamentais para ajudar a sua empresa a trabalhar em conformidade com essa lei. Confira!

1. Conheça a HIPAA detalhadamente

Por que é importante conhecer todos os detalhes da HIPAA? Para ter a certeza de que todos os seus pontos serão cumpridos.

Como mencionado, a HIPAA (Health Insurance Portability and Accountability Act) é uma lei de origem estrangeira e aplicável nos Estados Unidos.

Ela pode ser descrita, portanto, como um grupo de normas direcionadas às empresas do setor de saúde.

O objetivo é garantir a proteção dos dados. Apesar da HIPAA se aplicar legalmente ao território norte-americano, essa lei vem inspirando muitas entidades espalhadas ao redor do planeta que fazem parte do universo healthcare.

Essas empresas movem diversos recursos no intuito de se adaptarem às normas e diretrizes estipuladas pela HIPAA.

O intuito é praticar procedimentos que garantam a segurança reforçada em relação às informações que transitam na área de saúde.

Como resultado, os clientes se mostram mais seguros, sentem-se confiantes para fazer negócios com as empresas que se adaptam a essa lei estrangeira.

Dessa forma, é possível aumentar a credibilidade da sua marca em meio a um mercado que se mostra cada vez mais competitivo.

Requisitos para estar em conformidade com a HIPAA

Alguns requisitos devem ser adotados por todas as empresas que almejam agir em conformidade com a HIPAA.

Afinal, eles indicam os padrões necessários para efetuar a proteção dos prontuários eletrônicos dos médicos e dos pacientes.

Com base nisso, pode-se dizer que essa lei foi criada visando abranger diversos objetivos como:

  • Oferecer melhorias ao setor de saúde.
  • Garantir um alto nível de segurança das informações e da privacidade do paciente.
  • Determinar que as empresas de saúde ofereçam os registros médicos para os pacientes sempre que forem solicitados.

2. Avalie a infraestrutura da sua empresa de acordo com a HIPAA

Uma das questões principais para as empresas que almejam cumprir as normas da HIPAA consiste em uma análise minuciosa em relação a sua estrutura de TI.

Para isso, é necessário ter uma ampla visão sobre as possíveis vulnerabilidades e riscos que poderão aparecer no decorrer das atividades.

Em vista disso, será possível identificar as lacunas sensíveis para que se possa aderir completamente a essa lei.

Outra questão interessante trata-se de avaliar as práticas de segurança da informação presentes na organização e compreender se o nível de segurança proporcionado por elas é ideal.

Analise se essas práticas têm a capacidade de garantir a confidencialidade às informações de saúde, bem como a segurança dos dados considerados mais sensíveis.

Uma dica eficiente consiste em observar os procedimentos que estão sendo realizados para obter os recursos capazes de corrigir as ameaças atuais, adequando-se às diretrizes da HIPAA.

Você está curtindo esse post? Inscreva-se para nossa Newsletter!

Newsletter Blog PT

11 + 9 =

Enviaremos newsletters e emails promocionais. Ao inserir meus dados, concordo com a Política de Privacidade e os Termos de Uso.

3. Utilize práticas eficientes para corrigir as ameaças atuais

As normas focam principalmente as ações que visam proteger as possíveis ameaças à integridade e segurança da informação.

Dessa forma, uma empresa não pode divulgar e utilizar os dados não autorizados pelos pacientes.

Sob o mesmo aspecto, os procedimentos devem zelar pela confidencialidade, integridade e disponibilidade em relação às informações protegidas de saúde.

Com base nisso, se adequar às diretrizes da HIPAA demanda uma postura consciente e um conhecimento aprofundado.

Por esse motivo, após realizar a análise de toda a infraestrutura, será importante utilizar as melhores práticas de segurança para corrigir as possíveis vulnerabilidades da empresa.

Muitas vezes, essa correção pode consistir unicamente em algumas questões técnicas, por exemplo, a utilização de um firewall mais adequado ou uma atualização do sistema.

Em outras situações, as questões podem exigir ações mais complexas e detalhadas.

Por isso, é importante e recomendado recorrer à ajuda de especialistas ou empresas especializadas nesse tipo de serviço desde a etapa inicial.

Além de apresentarem um forte conhecimento sobre a HIPAA, esses profissionais entendem sobre as melhores práticas a serem utilizadas para se adequar à lei, ajudando a empresa a analisar e melhorar toda a estrutura de TI.

4. Busque ajuda para estar em conformidade com os padrões da HIPAA

É preciso considerar que a HIPAA ainda é um pouco desconhecida no Brasil.

Entretanto, as suas normas vêm chamando a atenção de diversas empresas da área de saúde.

Provavelmente, elas buscam conhecer mais a fundo a HIPAA e os seus aspectos fundamentais para compreender as melhores formas de se adequar às suas diretrizes.

Uma questão de extrema importância é garantir a proteção das informações e da privacidade do paciente.

Mediante isso, reflita se a sua empresa está realmente capacitada para lidar com as possíveis ameaças cibernéticas.

Vale a pena ressaltar que para cumprir todas as determinações da lei, pode ser necessário recorrer ao auxílio de um profissional capacitado.

Afinal, uma empresa especializada será capaz de remodelar a infraestrutura da sua organização, proporcionando total proteção e segurança aos dados nela existentes.

5. Treinamento dos funcionários

Para cumprir as diretrizes da HIPAA, é importante estimular os funcionários a utilizar as normas adequadas à legislação.

Portanto, é fundamental fornecer treinamentos aos colaboradores da empresa de saúde.

Primeiramente, é importante incentivá-los a desenvolver uma ampla visão em conformidade com a HIPAA, respeitando todos os parâmetros aplicáveis às organizações.

Esse treinamento também deve informar sobre as responsabilidades referentes aos associados comerciais e as entidades cobertas.

Outro quesito importante consiste na explicação sobre as questões que se classificam como informação protegida de saúde (IPS) e as melhores maneiras de lidar com os dados dos pacientes de menor idade.

Gostou do conteúdo? Então entre em nosso site e solicite uma demonstração.

Força de senha: como criar senhas fortes para as credenciais?

A força de senha é um dos critérios considerados na criação de políticas de senhas. Afinal, essa é uma das medidas mais eficientes para evitar que as senhas sejam violadas. E se preocupar com isso é de suma importância para as organizações nos dias atuais. Isso porque...

Verizon Data Breach Investigation Report 2021: o que você precisa saber sobre esse relatório

A interação humana com as estruturas de TI representa uma das principais ameaças cibernéticas enfrentadas por organizações dos mais diversos portes e segmentos.  Essa é apenas uma das importantes informações extraídas do Verizon Data Breach Investigation Report 2021,...

Construindo uma indústria digital através do PAM

Com o avanço da tecnologia, os setores industriais encontram-se cada vez mais digitalizados por meio de soluções que otimizam os processos realizados nesses ambientes, reduzindo custos, eliminando falhas humanas e gerando mais produtividade.  Entre as tecnologias que...

O que fazer para diminuir os valores de seguro cibernéticos?

Quando se trata de segurança da informação, os riscos para as organizações estão cada vez maiores por uma série de fatores. Como exemplo, podemos mencionar o aumento no número de ataques cibernéticos, especialmente após a pandemia de covid-19, que acelerou a adoção em...

Alcançando a conformidade com a Lei Sarbanes-Oxley (SOX) usando controles de segurança cibernética

A Lei Sarbanes-Oxley (SOX) está associada principalmente à transparência da empresa e ao uso de controles contábeis e financeiros para proteger os investidores de relatórios financeiros fraudulentos. No entanto, é sempre importante lembrar o papel fundamental cada vez...

Gestão de Acesso Privilegiado (PAM): guia completo

Em 2021, houve um aumento de 50% no número de ataques em redes corporativas em relação ao ano anterior. É o que aponta a Check Point Research (CPR), divisão de Inteligência em Ameaças da Check Point. E muitos desses ataques envolvem a exploração desse tipo de...
Copy link