BR +55 11 3069 3925 | USA +1 469 620 7643

Malware: saiba como identificar a ameaça rapidamente

por | abr 7, 2022 | Blog

Em um mundo completamente digital, é normal que todos os dados sigilosos de uma pessoa ou empresa circulem e sejam armazenados em computadores ou dispositivos móveis. Seja por meio de sites, pastas ou aplicativos.

Mas juntamente com a eficiência de controle e divulgação de informação também vieram os riscos. Em diversos cantos da internet existem ameaças escondidas que podem roubar dados pessoais e causar uma tremenda dor de cabeça ao usuário.

Entre essas ameaças mais comuns do dia a dia virtual está o malware, abreviação do termo em inglês malicious software, ou simplesmente chamado de software malicioso.

O que é o malware?

O malware é um tipo de programa de computador feito para infectar o dispositivo de uma pessoa e prejudicá-la de muitas formas. Ele tem vários meios de infectar computadores e dispositivos móveis e também pode assumir diversas formas.

Entre essas ameaças estão os spywares, vírus, worms e cavalos de Troóia. Os vírus talvez sejam o tipo mais conhecido de malware e assim são chamados por conseguirem replicar várias formas de si mesmo e se espalhar pela rede.

Cada um deles possui uma “função” diferente. Os spywares, por exemplo, copiam e transmitem informações pessoais, como os números dos cartões de crédito. Por isso, estando bem disfarçados em quaisquer cantos da internet, é necessário que o usuário saiba como identificá-los para se proteger de todas as suas formas.

Está querendo mais proteção para sua rede? Então acesse nosso site e solicite uma demonstração de nossos serviços!

Como identificar os malwares

Os malwares podem se manifestar de várias formas diferentes nos aparelhos. Ficar atento a esses sinais é importante para poder neutralizar logo qualquer ameaça.

  • Redução da velocidade do sistema operacional, ao navegar na internet ou usando aplicativos locais.
  • Desligamento, travamento abrupto ou Tela Azul do sistema.
  • Falha no sistema e na atualização do antivírus.
  • Aparecimento repentino de novas barras de ferramentas, extensões ou plug-ins.
  • Perda misteriosa de espaço em disco.
  • Mudança da página inicial do navegador sem permissão ou links que encaminham a destinos indesejados na internet.
  • Excesso de anúncios em janelas pop-up na tela dos aparelhos.
  • O uso alto de recursos do sistema e a ventoinha do computador trabalhando de forma acelerada.

Mas mesmo que esteja tudo funcionando normalmente nos aparelhos, não significa que pode estar tudo bem. Um malware mais potente consegue se ocultar no computador e fazer atividades ilegais sem despertar nenhum alerta no sistema, conseguindo roubar senhas ou arquivos sensíveis.

Você está curtindo esse post? Inscreva-se para nossa Newsletter!

Newsletter Blog PT

8 + 7 =

Enviaremos newsletters e emails promocionais. Ao inserir meus dados, concordo com a Política de Privacidade e os Termos de Uso.

De que forma o usuário é infectado com malware?

Existem muitas formas diferentes pelas quais um usuário pode ser enganado, infectado pelo malware e colocar em risco seu sistema e seus dados. As duas maneiras mais comuns em que ele pode acessar seu sistema é na Internet e pelo e-mail.

Qualquer coisa que seja baixada da internet para um aparelho que não possua um aplicativo de segurança antimalware de qualidade, pode trazer riscos ao usuário. Entre as formas mais comuns de acontecer estão:

  • Navegar em websites comprometidos.
  • Fazer download de arquivos de música infectados.
  • Instalar novas barras de ferramentas de um provedor desconhecido.
  • Clicar em demos de jogos.
  • Fazer configuração de software de uma fonte arriscada.
  • Abrir anexos de e-mails suspeitos.

Mas alguns também podem se esconder em aplicativos legítimos, principalmente quando baixados em websites ou através de mensagens, ao invés de fazer o download através de uma loja de aplicativos.

Por isso, é recomendado usar sempre as fontes confiáveis de aplicativos móveis ou instalar os aplicativos dos fornecedores que possuam boa reputação, baixando sempre direto do fornecedor e nunca de outros sites.

Mesmo que um usuário instale alguma coisa de uma fonte confiável, caso não preste atenção às solicitações de permissão para instalar outros pacotes de programas ao mesmo tempo, pode-se acabar instalando um software indesejável.

Mas existem formas muito mais simples de se deparar com um malware. Apenas a visita em um website malicioso, por exemplo, ou fazendo uma visualização de página e/ou um anúncio infectado, pode resultar em um download do malware.

Como se proteger de um malware?

Para conseguir proteger o computador ou a rede dos malwares é necessário duas coisas: estar sempre vigilante a tudo o que aparece na internet e utilizar ferramentas de proteção. É sempre bom ficar atento a qualquer mensagem ou atividade suspeita no sistema.

O envio de e-mails é um dos principais caminhos onde os malwares se encontram. Mensagens aparentemente inofensivas e nada suspeitas podem ser o truque perfeito para enganar o usuário. Ele pode estar disfarçado como uma mensagem de uma empresa conhecida, de bancos ou mesmo de pessoas conhecidas do seu ciclo familiar e de amizade.

E-mails que pedem senhas, principalmente confirmação, por meio de links são bastante comuns e perigosos. Por isso, sempre é bom estar atento a tudo o que você recebe e analisar bem a situação para saber se aquilo é de fato verdadeiro.

Mas apenas a vigilância pessoal não é o bastante. Como já dito, esses malwares podem se esconder muito bem pela rede e enganar qualquer tipo de pessoa, seja ela experiência no assunto ou não.

Quando o assunto é segurança de dados, principalmente de empresas, é fundamental ter uma segurança reforçada para que não haja riscos de vazamento de dados que possam comprometer todo um trabalho.

Um pacote de software antivírus que seja bastante eficiente é o que garante uma defesa tecnológica capaz de proteger os computadores e demais aparelhos eletrônicos. Ele faz uma verificação geral do sistema para garantir que ele esteja livre de malwares.

Ele possui uma atualização regular que permite reconhecer as ameaças mais recentes. Também é possível alertar sobre ameaças de malwares antes desconhecidas com base em recursos técnicos próprios deles.

Com essa proteção antivírus também é possível detectar sites suspeitos, principalmente aqueles que possam induzir o usuário a revelar senhas ou números de contas. Uma proteção eficiente também ajuda as finanças. Eles protegem as informações da conta e oferecem gerenciamento de senhas.

Porém, essa proteção deve ser fácil de usar, simples para baixar e instalar. Nenhuma proteção é totalmente absoluta, mas usando as ferramentas de proteção corretas e tendo uma conscientização do que acontece na rede, garante que seus dados possam estar o mais protegido possível.

Está querendo saber mais sobre como proteger seus dados de ataques maliciosos? Então visite nosso blog para mais informações e fique por dentro de tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Força de senha: como criar senhas fortes para as credenciais?

A força de senha é um dos critérios considerados na criação de políticas de senhas. Afinal, essa é uma das medidas mais eficientes para evitar que as senhas sejam violadas. E se preocupar com isso é de suma importância para as organizações nos dias atuais. Isso porque...

Gestão de Acesso Privilegiado (PAM): guia completo

Em 2021, houve um aumento de 50% no número de ataques em redes corporativas em relação ao ano anterior. É o que aponta a Check Point Research (CPR), divisão de Inteligência em Ameaças da Check Point. E muitos desses ataques envolvem a exploração desse tipo de...

Qual é o risco de senhas hardcoded para o seu negócio?

Já estamos no mês de maio, e você sabe o que comemoramos na primeira quinta-feira deste mês? Sim, é o Dia Mundial das Senhas. Celebrado desde 2013, este dia vem nos lembrar da adequada consciência cibernética e da importância da proteção das senhas em todos os...

As 7 melhores práticas de gestão de patches de tecnologia operacional

Para proteger infraestruturas críticas contra invasores, a abordagem recomendada é a de pensar como eles. Ativos de Tecnologia Operacional (TO) vulneráveis são uma ótima oportunidade para agentes mal-intencionados. Quando os patches são lançados ao público, as...

As melhores práticas de prevenção contra roubo de dados

É importante ressaltarmos que com a transformação digital e o aumento na utilização dos meios digitais identificados nos últimos anos, houve também um disparo na prática de crimes cibernéticos, ou seja, aqueles crimes que ocorrem através dos meios virtuais. Esses...

Ciber Ataques – Sua empresa consegue encarar?

Apesar do arrefecimento da pandemia de Covid-19, os desafios associados a esse período ainda estão sendo endereçados pelas organizações. E para segurança cibernética, 2021 não foi um ano fácil para as organizações desde organizações de saúde e indústria...
Copy link
Powered by Social Snap