BR +55 11 3069 3925 | USA +1 469 620 7643

O que é um Sysadmin?

por | jul 30, 2021 | Blog

 

Em um mundo de tecnologia em constante evolução, o SysAdmin é uma das funções mais antigas e de alta demanda no campo da tecnologia.

Embora nem sempre recebam toda a glória, o SysAdmin é uma peça crítica para a organização de tecnologia e essencial para o sucesso de um negócio.

O SysAdmin ou Administrador de Sistemas é a pessoa responsável por configurar e gerenciar toda a infraestrutura de uma empresa, incluindo todo o hardware, software e sistemas operacionais necessários para dar suporte ao funcionamento do negócio.

Com a evolução do DevOps, o SysAdmin tradicional se tornou uma função mais híbrida, muitas vezes usando vários chapéus e ajudando com uma variedade de tarefas e ações que podem exigir algum desenvolvimento e programação.

Assim, esse tipo de administrador deve ter um conhecimento sólido de hardware e software para configurar efetivamente uma arquitetura resiliente e segura para proteger a empresa e garantir uma experiência perfeita para o cliente.

Continue a leitura e saiba mais sobre quais são as responsabilidades de um SysAdmin e quais as diferenças entre um SysAdmin e DevOps.

 

O que faz um SysAdmin?

Os SysAdmins estão sempre disponíveis, seja para atualizar os softwares de sua empresa ou reparar um banco de dados SQL corrompido. Aqui estão outras tarefas que os profissionais de TI fazem que você talvez nem tenha percebido:

Um SysAdmin instalou o servidor para este site, instalou um sistema operacional, o corrigiu para segurança, certificou-se de que a energia e o roteador estavam funcionando na sala do servidor, monitorou a estabilidade, configurou o software e manteve backups para o caso algo dar errado.

Outro SysAdmin instalou os roteadores, colocou os cabos, configurou as redes, configurou os firewalls, observou e guiou o tráfego para cada salto da rede que passa por cobre, fibra de vidro e até o próprio ar para trazer a Internet para seu computador.

Os SysAdmins garantem que o seu computador esteja funcionando de maneira adequada em uma rede íntegra. Eles fazem backups para guardar e proteger o ambiente contra desastres, protegem os firewalls contra ameaças de segurança e hackers, e mantêm as impressoras funcionando.

Um SysAdmin se preocupa com spam, vírus, malware, spyware, bem como quedas de energia, incêndios e inundações.

Quando o servidor de e-mail cai às 2 da manhã de um domingo, o SysAdmin é avisado, acorda e começa a trabalhar.

Um administrador de sistema é um profissional que planeja, preocupa, conserta, empurra, defende, protege e cria boas redes de computadores.

 

Qual é a diferença entre o DevOps e o SysAdmin?

Visto que o DevOps abrange tantas tarefas e processos diferentes, chegar a uma definição clara e abrangente é um desafio.

O DevOps não necessariamente se trata de ferramentas individuais ou cargos, mas sim um conjunto de práticas que envolvem desenvolvedores e operadores usam para entregar softwares aos usuários finais de uma forma mais holística e eficiente. É mais uma filosofia nas linhas do Agile que busca quebrar os silos organizacionais e promover o trabalho em equipe multifuncional e a cooperação.

Em outras palavras, DevOps representa uma convergência de várias esferas diferentes dentro da TI corporativa.

Enquanto isso, um administrador de sistema, ou Sysadmin, é uma pessoa responsável pela manutenção, configuração e operação confiável de sistemas de computador, especialmente computadores multiusuário, como servidores.

Como mostram as descrições acima, há uma diferença clara entre os dois. Então, de onde vem a confusão?

Grande parte da confusão surgiu porque “DevOps” se tornou uma palavra da moda no espaço da tecnologia.
A palavra “DevOps” foi mal utilizada inúmeras vezes por empresas que buscam economizar e fazer as coisas rapidamente. Usar a palavra para encobrir o desejo de economizar dinheiro reduzindo a equipe normalmente cria grandes problemas no futuro.

Existem também muitas empresas e startups que acham que os engenheiros de DevOps podem fazer tudo sozinhos e resolverão todos os seus problemas depois de contratados. Este não é o caso. É errado pensar que um profissional de DevOps pode ser chamado para limpar toda a bagunça que uma empresa fez até aquele ponto com sua infraestrutura.

 

O que fazer para se tornar um SysAdmin?

Tornar-se um administrador de sistema exigirá o aprendizado de algumas habilidades especializadas. Ganhar uma certificação pode trazer a experiência necessária e aprimorar seu currículo.

Como SysAdmin, você precisará desenvolver um conjunto básico de habilidades que lhe permitirá ter certeza de que os sistemas de computador em sua organização estão funcionando perfeitamente. Aqui estão as principais habilidades que você deve desejar em seu currículo.

Conhecimento profundo de sistemas operacionais: seja Windows, Linux ou Mac, os gerentes de contratação geralmente procuram competência na administração do sistema operacional usado em sua empresa. Os sistemas operacionais Windows e Linux foram amplamente adotados e são bons sistemas para começar, embora seja uma boa ideia verificar se o seu setor favorece um em detrimento dos outros.

Familiaridade com o hardware: o funcionamento de dispositivos físicos, como servidores ou impressoras, será uma parte importante do trabalho de um administrador de sistemas.

Habilidades de administração de nuvem: familiaridade com aplicativos em nuvem como Office365, Google Apps e AWS pode impulsionar o processo de contratação.

Conhecimento de redes: ser capaz de configurar e manter Redes Locais (LAN) e Redes de Longa Distância (WAN), além de configurar recursos de segurança de rede como firewalls, são frequentemente esperados dos administradores de sistemas. Muitas vezes, pode ser o caso em empresas menores, onde se espera que os profissionais de TI desempenhem muitas funções.

Comunicação e habilidades interpessoais: além de trabalhar em equipe, os administradores de sistemas muitas vezes devem ajudar outros funcionários que não têm o mesmo conhecimento técnico, por meio de suporte de help desk ou outros meios. Ser capaz de se comunicar bem será uma parte fundamental do sucesso das tarefas diárias de um administrador de sistemas.

 

Considerações Finais

Um SysAdmin analisa o quadro geral para garantir que sua empresa esteja funcionando da maneira mais eficiente e segura possível.

Isso significa ser capaz de não apenas sobreviver a uma falha grave, mas também proteger contra problemas menores, como violações de segurança, falhas de sistema e grandes despesas de capital.

Esse último pode parecer um papel estranho para TI, mas pense sobre isso. Quantos computadores sua organização possui e com que frequência você os substitui? Você está esperando até que eles fiquem completamente obsoletos ou falhem antes de substituí-los?

Uma grande parte do trabalho do SysAdmin é planejar e manter um sistema atualizado. Isso significa instalar uma rotina regular de hardware com base em uma programação aprovada.

Se você está interessado no assunto, recomendamos também a leitura do artigo Riscos associados à falta de proteção em acesso em Cloud , a seguir.

Força de senha: como criar senhas fortes para as credenciais?

A força de senha é um dos critérios considerados na criação de políticas de senhas. Afinal, essa é uma das medidas mais eficientes para evitar que as senhas sejam violadas. E se preocupar com isso é de suma importância para as organizações nos dias atuais. Isso porque...

As melhores práticas de prevenção contra roubo de dados

É importante ressaltarmos que com a transformação digital e o aumento na utilização dos meios digitais identificados nos últimos anos, houve também um disparo na prática de crimes cibernéticos, ou seja, aqueles crimes que ocorrem através dos meios virtuais. Esses...

Seguro Cibernético – Porque sua empresa deve considerar essa possibilidade

Contratar um seguro é uma estratégia de gestão de riscos, em que a organização transfere para um terceiro (no caso, a empresa de seguros) a responsabilidade sobre algum evento inesperado. Pensando nisso e com o aumento dos incidentes de segurança e vazamentos de...

Avaliação de riscos de segurança cibernética de acordo com a ISA/IEC 62443-3-2

Versão em inglês: https://gca.isa.org/blog/cybersecurity-risk-assessment-according-to-isa-iec-62443-3-2 À medida que a segurança cibernética para automação industrial continua a evoluir, torna-se cada vez mais importante entender, avaliar e gerenciar os riscos de...

Indústria 4.0 – O que é, e por que você precisa começar a pensar sobre isso?

Nos últimos anos, a adoção das tecnologias da Indústria 4.0, como automação, impressoras 3D, robótica e IoT está ganhando muita força entre os fabricantes. Essas tecnologias que fazem interface com o ciclo de vida da produção permitem que os negócios melhorem a...

Saiba como proteger sua empresa contra ameaças internas

 Imagine-se em uma sala de jantar em sua empresa com colegas e amigos desfrutando de uma refeição. De repente, as luzes piscam e os pertences de todos desaparecem misteriosamente. Os únicos suspeitos são aqueles no ambiente, incluindo você. Mas como encontrar o...
Copy link
Powered by Social Snap