BR +55 11 3069 3925 | USA +1 469 620 7643

Os ransomwares estão à solta: conheça esta tendência (e #stopransomwareattacks!) 

por | out 18, 2021 | Blog

Quando se trata de proteção contra ransomwares, prevenir é melhor do que remediar, não é mesmo? Para conseguir isso, um olhar atento e o software de segurança certo são essenciais, já que um momento de descuido é o suficiente para ser vítima de um ataque cibernético.

Provavelmente você sabe o que é um ransomware, mas vale lembrar: ele é um tipo malware de extorsão que pode bloquear o seu computador e depois exigir um resgate para devolver os sistemas operacionais. Em maio de 2017, por exemplo, a variante WannaCry se espalhou pelo mundo e atingiu mais de 100 milhões de usuários, fazendo algumas vítimas importantes, como o Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido. A ação chegou a infectar mais de 230.000 computadores em 150 países em apenas um dia.

Desde então, o ransomware se espalhou por todo o mundo, com novos tipos e novos êxitos e, com isso, os fabricantes de soluções de segurança cibernética têm concentrado cada vez mais as suas ações em evitar os ataques desse “pirata” da atualidade. E para endossar a luta contra esse crime cibernético cada vez mais frequente, lançamos em nossas redes sociais a campanha #stopransomwareattacks, com objetivo de conscientizar os profissionais da área de TI e a sociedade sobre a variedade de formas que esse malware aparece nos sistemas operacionais e quais são os riscos causados por um simples click.

 

Quais são os tipos de ataques?

As formas de ataques são diversas: vão desde mensagens sobre aplicativos não licenciados a falsas alegações sobre conteúdo inapropriado, resultando, em alguns casos, o pagamento de multas ou a necessidade de restauração de dispositivos com as configurações de fábrica.

Entre as formas mais agressivas às imperceptíveis, algumas das principais variantes de ransomware são:

Petya: Vai além da invasão aos arquivos e pode parar todo o sistema, causando resultados devastadores.
zCrypt: Não ataca diretamente os arquivos; ele atua como um vírus clássico, agindo nos arquivos recentemente manejados para potencializar o impacto.

Jigsaw: Esse ataque começa com uma simples mensagem de saudação, seguida de um pedido de resgate, ameaçando a vítima com a exclusão de todos os seus dados em 72h.

Wannacry: a infecção por esse ransomware foi de fato uma epidemia global, assustando a todos e fazendo empresas e órgãos governamentais correrem para buscar soluções de proteção. Estima-se que as perdas causadas por esse software malicioso tenham somado em US$ 4 bilhões em todo o mundo.

O ransomware, em todas as suas formas e variantes, representa uma ameaça significativa tanto para os usuários independentes quanto para as empresas. Por isso, é ainda mais importante estar atento às ameaças que ele representa e ser mais cuidadoso nas eventualidades.

Junte-se à campanha #stopransomwareattacks! Poste fotos em suas redes com placas escritas com a hashtag, marque o perfil do senhasegura e compartilhe com amigos… Vamos frear a dinâmica da atividade maliciosa!

Se quiser saber mais sobre como um ransomware age em um sistema, o senhasegura vai promover o webinar “Dissecting Ransomware Attack – Protecting your Company Accesses” (o evento será em inglês) no dia 26 de outubro, às 10h (horário de Brasília), com uma demonstração ao vivo feita pelo Cybersecurity Researcher, Filipi Pires, e pelo Analista de Sistema do senhasegura, Gabriel Oba, que vão esclarecer todas as dúvidas com uma abordagem altamente consciente do uso de dispositivos e qual é o produto adequado para aplacar os riscos desse tipo de investida maliciosa.

 

SAIBA MAIS

Você está curtindo esse post? Inscreva-se para nossa Newsletter!

12 + 4 =

Enviaremos newsletters e emails promocionais. Ao inserir meus dados, concordo com a Política de Privacidade e os Termos de Uso.

Os 5 maiores vazamentos de dados de 2021

Durante a pandemia, os ataques cibernéticos cresceram mais do que nunca. Roubos, sequestros e vazamento de dados são práticas cada vez mais populares no cibercrime. A categoria de bloqueio e sequestro em troca de resgate (ransomware) tem se destacado bastante, visto...

HIPAA: cinco dicas para estar em conformidade com a certificação

O que é a HIPAA? Atualmente, essa é uma das perguntas feitas com maior frequência por diversos profissionais que trabalham no setor da saúde, ainda mais em tempos de Covid-19. Mas por que ela é tão importante e quais os seus benefícios para as empresas de saúde?...

LGPD: o que é e como impacta na sua empresa?

Em razão do crescente desenvolvimento tecnológico no mercado, podemos perceber claramente o quanto mudou a tendência de compra dos consumidores de produtos e serviços. Por meio de tecnologias mais práticas, como é o caso de celulares, notebooks e tablets, a facilidade...

Qual é a diferença entre IAM e PAM?

É importante conhecer as diferenças que envolvem o IAM (Identity & Access Management) e o PAM (Privileged Access Management). No entanto, essa temática ainda gera dúvidas em algumas pessoas. Primeiramente, é preciso compreender que a necessidade de obter uma...

ISO 27001: 4 motivos para implantar na sua empresa

Deixar dados desprotegidos acaba colocando a continuidade dos negócios  e os seus clientes em risco. Por isso, é necessário implementar normas que visem tornar as informações mais seguras. Uma das mais conhecidas entre elas é a ISO 27001, responsável por tratar...
Copy link
Powered by Social Snap