BR +55 11 3069 3925 | USA +1 469 620 7643

Qual a Importância do Quadrante Mágico do Gartner?

por | set 30, 2021 | Blog

Todos nós em algum momento já ouvimos falar de transformação digital. Esse fenômeno atinge empresas de todas as verticais e tamanhos e vem ganhando atenção no mercado. A transformação digital demanda cada vez mais dos líderes organizacionais que adaptem suas estratégias organizacionais para atender a novos e mais exigentes requisitos de negócio. Isso inclui aspectos como experiência do cliente, agilidade e melhoria dos seus processos de negócio. 

Assim, atender essas novas exigências do mercado virou muito mais que tendência, é um imperativo de negócio. Essas ações incluem a implementação de soluções de tecnologia nas organizações para otimizar suas operações, reduzir custos e assim entregar a melhor experiência aos seus clientes.

Para atender às novas exigências decorrentes do processo de transformação digital, fornecedores de mercado, inclusive de TI, desenvolveram soluções para serem implementadas pelas empresas. Com tantas opções disponíveis, muitas vezes é difícil para os times organizacionais escolher as melhores soluções que atendam às suas necessidades e possam cobrir as lacunas criadas por esses novos requisitos de mercado. 

O Gartner é uma empresa reconhecida por prestar consultoria e pesquisa imparcial de alta qualidade sobre diversos mercados, além de fornecer informações e insights valiosos para toda a comunidade de tecnologia. Além de fazer parte do S&P 500, índice das 500 maiores empresas de capital aberto nos Estados Unidos, o Gartner fornece pesquisas e análise de soluções em áreas como finanças, legal, conformidade, e Tecnologia da Informação.

Por intermédio dos seus mais de 15.000 funcionários, o Gartner contribui também para determinar os padrões de TI que estão em vigor e as tendências de mercado que se tornarão uma realidade no futuro. Seu alcance é global, estando localizado em mais de 100 países

O Gartner fornece pesquisas estratégicas de mercado e oferece ferramentas para que líderes de TI possam construir suas estratégias e auxiliar na tomada de decisão. 

Mais de 15.000 empresas são listadas como clientes do Gartner ao redor do mundo. Para se ter uma ideia de sua relevância para o mercado, 73% das empresas que compõem o Fortune Global 500, ranking anual das 500 maiores empresas elaborado pela revista Fortune, são clientes do Gartner e utilizam seus serviços nas estratégias de negócio.

Caso os líderes organizacionais e de segurança não utilizem ferramentas adequadas para escolher soluções de segurança como as oferecidas pelo Gartner, a organização está sujeita a não implementar as ferramentas adequadas para solucionar seus problemas de negócio. Ou até pior: as empresas podem até implementar essas soluções e não aproveitar de maneira plena todas as funcionalidades oferecidas por essas tecnologias. Isso porque, em muitos casos, é possível que as soluções escolhidas não sejam aderentes à sua estratégia e às necessidades do negócio.

Ao não adequar suas operações às mudanças exigidas por fenômenos como a transformação digital, as organizações podem sofrer com quedas de desempenho, produtividade, agilidade e eficácia na execução das suas estratégias de negócio.

Quando isso ocorre, as organizações estão sujeitas a maiores riscos de negócio e de cibersegurança. Além disto, elas ficam sujeitas a não obter maior vantagem competitiva sobre os seus concorrentes no mercado, o que pode afetar a continuidade de suas operações. 

Para apoiar a sua estratégia e auxiliar organizações de todos os tamanhos a escolher quais soluções implantar em sua infraestrutura, os líderes de TI devem utilizar as ferramentas desenvolvidas pelo Gartner, como os relatórios Magic Quadrant, ou Quadrante Mágico. 

O Quadrante Mágico do Gartner usa um conjunto uniforme de critérios de avaliação com resultados representados em forma gráfica mostrando o posicionamento competitivo de diferentes fornecedores de produtos e serviços digitais em diferentes mercados. Essa representação facilita a verificação de como esses fornecedores atendem os diferentes requisitos de mercado e atuam em relação à visão de mercado do Gartner.

O Gartner utiliza uma metodologia de análise qualitativa de dados para indicar tendências de diferentes mercados. Essa análise inclui direcionamento e maturidade de diferentes mercados, além dos seus respectivos players. As análises desenvolvidas pelo Gartner são elaboradas para indústrias de tecnologia específicas, inclusive o PAM, e são atualizadas a cada período de um ou dois anos.

O Quadrante Mágico para PAM permite a avaliação dos diferentes fornecedores e seu respectivo posicionamento no mercado, além da sua execução de visão e como desempenham em relação à visão de mercado do Gartner. Isso é feito através dos dois eixos do quadrante: um eixo representando a consciência de mercado do fabricante, chamado Completude de Visão, e o outro que reflete a Habilidade de Execução de sua visão do mercado.

O gráfico com os dois eixos é dividido em quatro quadrantes, que indicam as capacidades dos diferentes fornecedores em relação aos aspectos Habilidade de Execução e Completude de visão. Os diferentes quadrantes do Quadrante Mágico são: Niche Players, Visionaries, Challengers e Leaders. 

O Quadrante Mágico é o primeiro passo para entender o que fazem esses fornecedores e sua tecnologia associada. Esta ferramenta ajuda a entender visões, roteiros estratégicos e toda a sua capacidade de executar de acordo com suas necessidades específicas.

Falando especificamente sobre o mercado de Gestão de Acesso Privilegiado (PAM), o Gartner lançou em 2018 o relatório Quadrante Mágico com 14 fornecedores. No entanto, a cada ano essa quantidade vem diminuindo: em 2020 foram listados 12 fornecedores e o último relatório, lançado em julho de 2021 trouxe apenas 10 fornecedores de tecnologia PAM. Segundo o analista do Gartner, o “ar está mais rarefeito”, ou seja, o mercado de PAM está ainda mais competitivo que nos anos anteriores.

Os Quadrantes Mágicos do Gartner são importantes porque influenciam as decisões de compra de organizações de todos os tamanhos e verticais. Grandes empresas normalmente recorrem ao Gartner e aos seus relatórios para apoiar suas estratégias e escolher quais fornecedores de TI elas irão contratar.

Ao utilizar as informações do relatório Quadrante Mágico do Gartner, os líderes organizacionais e de segurança são capazes de entender melhor a dinâmica dos diferentes mercados cobertos pelo Gartner. 

Além disso, os que utilizam os relatórios desenvolvidos pelo Gartner conseguem obter rapidamente informações sobre os diferentes fornecedores de maneira centralizada. É possível também conhecer os pontos fortes e fracos das soluções avaliadas nos relatórios, permitindo que escolham de maneira assertiva as melhores ferramentas para atender os seus requisitos de negócio. Assim, as organizações são capazes de aumentar a sua eficiência operacional, melhorando a experiência de seus clientes, parceiros e funcionários, reduzindo riscos e garantindo a continuidade de suas operações.

 

Você está curtindo esse post? Inscreva-se para nossa Newsletter!

13 + 8 =

Enviaremos newsletters e emails promocionais. Ao inserir meus dados, concordo com a Política de Privacidade e os Termos de Uso.

Os 5 maiores vazamentos de dados de 2021

Durante a pandemia, os ataques cibernéticos cresceram mais do que nunca. Roubos, sequestros e vazamento de dados são práticas cada vez mais populares no cibercrime. A categoria de bloqueio e sequestro em troca de resgate (ransomware) tem se destacado bastante, visto...

HIPAA: cinco dicas para estar em conformidade com a certificação

O que é a HIPAA? Atualmente, essa é uma das perguntas feitas com maior frequência por diversos profissionais que trabalham no setor da saúde, ainda mais em tempos de Covid-19. Mas por que ela é tão importante e quais os seus benefícios para as empresas de saúde?...

LGPD: o que é e como impacta na sua empresa?

Em razão do crescente desenvolvimento tecnológico no mercado, podemos perceber claramente o quanto mudou a tendência de compra dos consumidores de produtos e serviços. Por meio de tecnologias mais práticas, como é o caso de celulares, notebooks e tablets, a facilidade...

Qual é a diferença entre IAM e PAM?

É importante conhecer as diferenças que envolvem o IAM (Identity & Access Management) e o PAM (Privileged Access Management). No entanto, essa temática ainda gera dúvidas em algumas pessoas. Primeiramente, é preciso compreender que a necessidade de obter uma...

ISO 27001: 4 motivos para implantar na sua empresa

Deixar dados desprotegidos acaba colocando a continuidade dos negócios  e os seus clientes em risco. Por isso, é necessário implementar normas que visem tornar as informações mais seguras. Uma das mais conhecidas entre elas é a ISO 27001, responsável por tratar...
Copy link
Powered by Social Snap